sexta-feira, 19 de outubro de 2012

#semtrabalhoinfantil

Super feliz pelo convite para a BC! Assuntos relacionados com a infância me mobilizam e poder dar esta pequena colaboração é um prazer! Valeu Sam e Aline pela lembrança e convite!

No começo do ano passado participei de um trabalho voluntário no Vale do Jequitinhonha. Fomos em algumas cidades e depois de andar bastante tínhamos uma missão especial. Iríamos visitar uma pequena cidade, de três ou quatro ruas, aonde todos trabalhavam com cerâmica.
O pó que o carro levantou ao entrar na rua principal, chamou atenção dos que estavam por perto.
Uma paisagem cinza. Terra seca. Pequenas casinhas cobertas com uma mistura feita de pedras, feno/palhas e esterco. O fogão pra fora da casa, o cachorro e galinha andando pelos diferentes "cantos" da cidade foi a paisagem que nos deu boas vindas.
Na primeira casa que entro (sem nada dentro) vejo algumas crianças sentadas no chão, com martelos nas mãos quebrando pedras para fazer o pó da cerâmica, típica da região.
Sem camiseta, só com uma bermuda e um olhar bastante sério. Um silêncio de risadas e brincadeiras, não se tinha o som infantil tão familiar aos meus ouvidos, escutávamos apenas o martelar!
Os pequenos continuavam o trabalho, seriamente. Eu fui logo para o fundo da casa, havia uma pequena porta e caminhei tentando sair antes que eles percebessem minhas lágrimas!
Engoli o choro e fui conversar com os pequenos habitantes, passar um tempo enriquecedor com aquelas crianças tão "adultas", tão carentes, tão solidárias, tão esquecidas...
Nesta cidade não havia escola, pequenos mercados, posto de saúde, farmácia. Nada! Havia apenas uma igreja, o que deixava muito claro que a força daquela gente vinha da Fé!
Um ônibus passava na rodovia 1 vez ao dia, 3 vezes por semana, para levar as pessoas para uma cidade maior. Mas as crianças não iam estudar, nem mesmo subiam no ônibus para ir até a praça da "cidade grande" brincar!
O que vi foi mais ou menos como esta imagem:

















Isso me marcou e é um ponto que gostaria de abordar no debate. Pra mim, o que mais caracteriza o trabalho infantil no Brasil é a desigualdade social e cultural.
A Constituição Federal proíbe, abrindo pequenas exceções bastante específica para o "pequeno aprendiz", temos também o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), tem a ratificação da Convenção 182 da Organização Internacional do Trabalho e tantas outras obrigatoriedades da Lei.
Já ouviu falar que "Na prática a Teoria é outra"? Na minha opinião é o que acontece em grande escala no nosso país.
Uma cultura e um hábito familiar que vai passando de geração em geração, de ir incluindo o filho e a filha no trabalho da família, no comércio de cerâmica da cidade, na roça, no balcão da padaria, no semáforo, nas esquinas.
Vezes com olhar de exploração, nítida e com toda a consciência que possui, sem pesares.
Outras com ar de orgulho, de missão cumprida por passar para o filho o conhecimento de mecânica (exemplificando) que este pai tinha e agora pertence ao pequeno Júnior da família.
Problema cultural, de aceitação e permissão de todos. Do que vende ao que compra.
Do que fala, propõe mudanças no governo ao que se cala. De todos nós!

Proponho a clareza de informações que em casos como os relatados acima só funcionam com soluções no café da manhã, almoço e jantar. Escolas públicas estruturadas. Postinho de saúde decente, emprego e conhecimento profissionalisante para este pai e mãe!
O que pode ser amplo e subjetivo de mais e resultar em nada. Afinal, isso não é coisa minha, é do governo. Certo!?
Errado!
É minha se eu estender minhas mãos e fazer minha parte, na medida da minha força e passar esta ideia pra os que me rodeiam (e a internet faz essa roda ficar gigante).
Aí o assunto vira nosso, é da nossa conta a criança da cidade, do meu bairro, da cidade vizinha. Sempre existe alguém que podemos ajudar.

E pra levantar um pouco a poeira, o que falar do trabalho infantil que dá méritos, status, muita grana e destaque na sociedade?
Esse pode? Esse a gente aceita, né! É legal! Cool!
Poucos questionam, são tão lindinhos e talentosos que é quase "natural" eles estarem lá na telinha, palcos e telona.
São crianças que recebem pressões, estão mudando o foco da infância, trocando valores, sofrendo estímulos desnecessários,  levando-os ao stress e desgaste emocional, psicológico.
É o outro lado da desigualdade Brasileira, o lado que faz muitos aplaudirem, que colocam "likes" e rotulam estes pequenos como sendo melhores, alvos, espelhos.
E o que eles estão refletindo?? Merchandising de empresas que estão nem aí pra situação infantil no Brasil. Que com o dinheiro gasto em um mês de anúncio no Carrosel ajudaria a mudar a realidade de muita gente.

O que temos construído?
Aceitam valores impostos pelo habitual sem questionar.
Compramos bala na rua, damos gorjeta, pagamos os impostos e pronto! Culpa do governo. Tô fazendo minha parte.
Contratamos o elenco do Carrosel pra festa de aniversário do filho, estoco fisher price em casa e lamento a dor da África. Afinal, tá tão longe!
E a criança da minha e da tua casa? Tem curtido a infância que ela tem direito a ter? Temos passado a simplicidade de estar com o outro, de curtir a vida, as pessoas e não as coisas? Temos lutado em casa pra diminuir a desigualdade ou usamos até o limite dos cartões de crédito só pra mostrar o que meus filhos podem ter e vestir?
Será que com nossas atitudes eles, nossos filhos, serão adultos que um dia vão se importar, ajudar e falar pra todos ouvirem: É DA MINHA CONTA!!

Eu digo não para todo trabalho infantil.
Digo não para a desigualdade social e me esforço para manter o foco no amor, que vem de Deus, passar o bem pros meus filhos e estender a mão ao próximo.
Pratico o desapego (sim...as vezes com dificuldade, porém praticado!) dos melhores brinquedos que eles já não usam, de uma quantidade de dinheiro e de tempo, para ajudar.
Tenho uma porção de falhas e posso melhorar muito ainda, espero não perder o foco e continuar espalhando o bem e o amor, apesar de mim.



quinta-feira, 27 de setembro de 2012

'Antes que elas cresçam'


Antes que elas cresçam


"Há um período em que os pais vão ficando órfãos dos próprios filhos.

É que as crianças crescem. Independentes de nós, como árvores, tagarelas e pássaros estabanados, elas crescem sem pedir licença. Crescem como a inflação, independente do governo e da vontade popular. Entre os estupros dos preços, os disparos dos discursos e o assalto das estações, elas crescem com uma estridência alegre e, às vezes, com alardeada arrogância.

Mas não crescem todos os dias, de igual maneira; crescem, de repente.

Um dia se assentam perto de você no terraço e dizem uma frase de tal maturidade que você sente que não pode mais trocar as fraldas daquela criatura.

Onde e como andou crescendo aquela danadinha que você não percebeu? Cadê aquele cheirinho de leite sobre a pele? Cadê a pazinha de brincar na areia, as festinhas de aniversário com palhaços, amiguinhos e o primeiro uniforme do maternal?

Ela está crescendo num ritual de obediência orgânica e desobediência civil. E você está agora ali, na porta da discoteca, esperando que ela não apenas cresça, mas apareça. Ali estão muitos pais, ao volante, esperando que saiam esfuziantes sobre patins, cabelos soltos sobre as ancas. Essas são as nossas filhas, em pleno cio, lindas potrancas.

Entre hambúrgueres e refrigerantes nas esquinas, lá estão elas, com o uniforme de sua geração: incômodas mochilas da moda nos ombros ou, então com a suéter amarrada na cintura. Está quente, a gente diz que vão estragar a suéter, mas não tem jeito, é o emblema da geração.

Pois ali estamos, depois do primeiro e do segundo casamento, com essa barba de jovem executivo ou intelectual em ascensão, as mães, às vezes, já com a primeira plástica e o casamento recomposto. Essas são as filhas que conseguimos gerar e amar, apesar dos golpes dos ventos, das colheitas, das notícias e da ditadura das horas. E elas crescem meio amestradas, vendo como redigimos nossas teses e nos doutoramos nos nossos erros.

Há um período em que os pais vão ficando órfãos dos próprios filhos.

Longe já vai o momento em que o primeiro mênstruo foi recebido como um impacto de rosas vermelhas. Não mais as colheremos nas portas das discotecas e festas, quando surgiam entre gírias e canções. Passou o tempo do balé, da cultura francesa e inglesa. Saíram do banco de trás e passaram para o volante de suas próprias vidas. Só nos resta dizer “bonne route, bonne route”, como naquela canção francesa narrando a emoção do pai quando a filha oferece o primeiro jantar no apartamento dela.

Deveríamos ter ido mais vezes à cama delas ao anoitecer para ouvir sua alma respirando conversas e confidências entre os lençóis da infância, e os adolescentes cobertores daquele quarto cheio de colagens, posteres e agendas coloridas de pilô. Não, não as levamos suficientemente ao maldito “drive-in”, ao Tablado para ver “Pluft”, não lhes demos suficientes hambúrgueres e cocas, não lhes compramos todos os sorvetes e roupas merecidas.

Elas cresceram sem que esgotássemos nelas todo o nosso afeto. 

No princípio subiam a serra ou iam à casa de praia entre embrulhos, comidas, engarrafamentos, natais, páscoas, piscinas e amiguinhas. Sim, havia as brigas dentro do carro, a disputa pela janela, os pedidos de sorvetes e sanduíches infantis. Depois chegou a idade em que subir para a casa de campo com os pais começou a ser um esforço, um sofrimento, pois era impossível deixar a turma aqui na praia e os primeiros namorados. Esse exílio dos pais, esse divórcio dos filhos, vai durar sete anos bíblicos. Agora é hora de os pais na montanha terem a solidão que queriam, mas, de repente, exalarem contagiosa saudade daquelas pestes.

O jeito é esperar. Qualquer hora podem nos dar netos. O neto é a hora do carinho ocioso e estocado, não exercido nos próprios filhos e que não pode morrer conosco. Por isso, os avós são tão desmesurados e distribuem tão incontrolável afeição. Os netos são a última oportunidade de reeditar o nosso afeto.

Por isso, é necessário fazer alguma coisa a mais, antes que elas cresçam."
Affonso Romano de Sant'Anna

sábado, 11 de agosto de 2012

Sua casa, seu abraço!

Procurando ideias pra área externa aqui de casa encontrei ambientes maravilhosos, relax e muito aconchegante.
A gente saiu do tradicional "churrasqueira + mesa externa" e estamos procurando alguma coisa mais com nosso jeito, até mesmo pq eu não sou muito fã de carne! Logo começarão as obras aqui em casa...rs

É tão bom a gente dedicar tempo para cuidar da nossa casa, deixar tudo aconchegante! As vezes custa pouco, um lindo vaso com flores, um jogo novo de taças e um bom vinho, um quadro, um porta retrato com foto de suas últimas férias, qualquer coisa que vocês gostem e que proporciona aquela sensação deliciosa de abraço, que só nossa casa tem!
Não é maravilhoso?
Chegar em casa depois de uma correria de trabalho, de pagar contas ou de fazer supermercado, abrir a porta e "ahhhh" que delícia...estou em casa!
Pode ser um chinelo fofo, um aromatizador de ambiente, seu cachorrinho limpinho, o espelho novo na parede ou uma flor no hall de entrada! Seja qual for sua preferência, deixe seu cantinho com sensação de abraço. Escolha o que mais combina com sua família e cuide dos detalhes de sua casa, isso proporciona uma sensação de renovo cada vez que chegamos no nosso lar!

Algumas imagens inspiradoras para vocês:














quarta-feira, 11 de julho de 2012

FÉRIAS!

Pela primeira vez eu consegui parar nas férias!
Era sempre aquele esquema de correria, uma semana a mais na escola com recreação, uma semana na casa da avó, uma semana em casa com a babá e uma semana, meia boca com a mamãe que atendia telefone, respondia email, marcava uma reunião no meio de uma tarde!
Este ano a gente fez um cronograma e programação (é, não consegui perder o costume!) para os dias de férias! Tudo coisas simples como, tarde no parque de areia, tarde com os amigos em casa, noite do pijama na casa da tia, dia no parque da cidade, cinema, plantar feijão, fazer bolo, etc...
Todos os dias pensando neles, em brincar, encontrar os amigos e dias pra descansarem também!
Está sendo muito bom.
Dedicar tempo pra eles é construir a relação.
Sentar pra brincar de boneca e virar médica/cozinheira/bailarina ou cavar um túnel subterrâneo que vai te levar para a casa do Homem Aranha é o melhor investimento que a gente pode fazer.

A criança não precisa de muito! Isso é medida de adulto.
Criança precisa do simples, de pouco, mas ela é exigente. Não adianta 40 minutos brincando, mas com a cabeça no trabalho. Não valeu nem 10 segundos.
E se a gente lembrasse da transformação que podemos causar com tempo de qualidade (TEMPO + QUALIDADE) nos dedicaríamos mais para os pequenos.
Quando a gente fica perto, com dedicação, a mente e o coração a gente passa a ser exemplos de adultos.
Exemplo de comportamento, de cidadão.
Mas, quando se está longe, quando se troca o que é importante pelas urgências, quando fingimos estar por perto, mas com a cabeça beeeem longe, também somos exemplos de adultos. De um adulto que não se importa.

Mesmo quando você acha que não está escolhendo, já decidiu por algo. Racionalize suas escolhas. Decida! Não deixe o fluxo te levar....pode ser que no final você se encontre em um lugar onde jamais teria decidido chegar. Com gente que não escolheria por amigos.

É uma fase deliciosa. Crianças são especiais de mais.
Estão se formando, estão abertos para o aprendizado, são envolventes! É como uma terra fértil.
APROVEITE!
Plante amor, generosidade, Fé, alegria, abraços, bondade, amizade. Colha um cidadão do bem.
Férias é um momento especial para "adubar a terra". Dedique tempo para eles, se doe, sirva-os!

Aqui temos mais 2/3 das férias pela frente.
Tempo bom pra construir história nas lembranças dos filhos.
APROVEITEM.








sábado, 7 de julho de 2012

Você está aí?

"...eles estavam caminhando atentos, observavam os movimentos de todos, queriam descobrir onde estava o coelho.
Havia desaparecido há alguns dias, mas sabiam que estava por ali.
Pluft, ploft, plum!

Ouviu!? - Perguntou Don Giorny
O que? - Já atento e espantado respondeu Don Plinfisqui

De dentro de uma caixa, saltitando e cantarolando surge um sapo, falante e feliz.

Sapos falam!? Pensei que apenas os coelhos falassem. Quem mais entre vocês sabem nosso idioma!? Perguntou Giorny que já tirava sua máquina para registrar aquele momento único.

Seu idioma? Seria nosso idioma, certo? Não falamos sua linguagem, acontece que vocês, assim como os humanos, só entendem os animais quando querem falar com a gente ou quando não querem falar com ninguém de sua espécie..."

Trecho do livro: "Você está aí?"

sábado, 30 de junho de 2012

Dieta nota 10

NUNCA estive tão gorda como agora!
Nem pós parto. Affffff....ninguém merece.
Como diria uma amiga "PÁKABÁ".
Posso jogar a culpa num tratamento que estou terminando e os remédios aumentam o apetite, dificultam a digestão, prende o intestino o que aumenta o barrigão e te dá alguns kilos de brinde.
Quer mais, ou assim tá legal pra vc!?
Mas ele tem só uma partinha da culpa. Eu comi, me acabei em doces e parei de correr.
Fiquei quase um ano sedentária e ganhei muitos kilos. Só alguns vestidinhos e apenas 2 calças servem. São estas roupas que uso pois ME NEGO a comprar a numeração que tô precisando. É como se isso fosse me ajudar a lembrar que posso voltar a entrar nas roupitchas de antes, "capitche" ?!
Foi uma fase, o tratamento precisava ser feito, tive ganhos maravilhosos neste período e aprendi a me amar de qq forma. Forma oval, redonda, redondinha, redondona....risos...
Mas tá bom, né! Lição aprendida. Vamos pro próximo capítulo: Perder os muitos kilos ganho.
Quantos?
15 minha amiga! 15 kilos. MAIS do que ganhei na minha última gravidez.
E nasceu! Nasceu a vontade de colocar tudo em ordem aqui e vou usar o blog como apoio. Afinal, dividir as dificuldades e conquistas é sempre bom.

Já tinha ouvida falar do Dieta Nota 10. Algumas "Globais" utilizaram pra perder peso e pra se manterem nele.
O que mais gostei é que se trata de reeduação alimentar. Pode comer de tudo, em quantidades moderadas e preza pela qualidade dos alimentos.
Comprei o livro, você pode acessar o site aqui e conhecer o plano alimentar.
A Tabela das notas é importante, mas o fácil é que a nota é equivalente a metade do valor calórico. Um pão com 50 calorias são 25 notas ingeridas.
Se fizer exercícios 3 vezes por semana pode ingerir 50 notas a mais!
Minha dieta é de 550 notas. Difícil, mas possível.
Começando hoje. Vou colocar a evolução aqui.
Até o final do ano terei perdido 15 kilos e ganho mais saúde.

Vamos começar comigo?
Bjo





terça-feira, 5 de junho de 2012

conversa de criança



"Mãe, minha filha tá dormindo, vamos conversar bem baixinho pra ela não acordar, tá bom?"
"Tá bom filha! Qual bonequinha tá dormindo?"
"Nããããããããooooooo mãe.....elas são de verdade, não são bonecas!"
"Sim, eu sei... como se fossem de verdade, né!? Como se fossem igual a gente, só que de brincadeira!"
"Mãe, elas falam, comem, faz xixi e até dormem....Elas são de verdade!"
"É verdade filha! São de verdade!"
"Ihhhh....acordou, você falou muito alto mãe! Vou lá com ela. Fique aí tá mãe, já volto!"


#AMO


domingo, 3 de junho de 2012

A culpa é da mãe!

Tá pensando que é só você que pode sofrer de Estress!? Seu filho também pode ser pego por ele.
Isto é bastante sério e causa um desgaste grande no físico e na mente,  depois leva bastante tempo pra voltar a energia do corpo como antes.


De acordo com o psiquiatra Edson Saggese, professor do Instituto de Psiquiatria da Universidade Federal do Rio de Janeiro, “crianças podem ter reações físicas e mentais, associadas à ansiedade – que convencionou-se chamar de estresse. No entanto, o mesmo evento pode repercutir de maneira diferente em cada criança, de acordo com sua idade, capacidade de elaboração e a maneira como os pais conduziram a questão”. 


Tanto pras crianças quanto para adultos o estresse é muito relativo. Tudo depende de como você enxerga e encara as situações da vida. Um determinado fato pode ser comum para um e estressante para outro. Por isso nós, pais e mães, devemos observar e dialogar e passar tempo com nossos pequenos.
É importante a gente olhar pra nós, como tutores, pra ver se a causa do estresse está sendo nós mesmas.


Geralmente a culpa é da mãe!


É, não é fácil levar um tapa na cara, mas tem muita verdade nisso!
A gente pode carregar ou aliviar pros nossos pequenos. E as vezes, a culpa é nossa por passar mais tempo com eles e as vezes sendo mais rígida do que o necessário, esquecendo da flexibilidade para lidar com os eventos do cotidiano.


Mas a culpa é da mãe também, quando eles se tornam adultos, trabalhadores, felizes, responsáveis, mães, pais, amigos, pessoas bem resolvidas! A culpa é da mãe! rs...


Nem de longe tirar a autoridade e a importância do papel do pai na vida das crianças!
Apenas brincando com uma frase que costumamos ouvir nos consultórios, rua, internet e até em festinha infantil quando crianças começam a "pegar fogo" e alguém solta: "Cadê a mãe desta criança"!
O papel, a presença e o amor de pai é fundamental no desenvolvimento emocional das crianças.


"A melhor forma de evitar o estresse é descobrir que fatores estão prejudicando a criança, que muitas vezes não se trata de um único fator, mas vários. Os pais devem procurar participar do dia-a-dia da criança e se sensibilizar melhor da presença do estresse, procurando as causas e eliminando-as sempre que possível. Muitas vezes, a ajuda de um psicólogo é necessária para ajudar lidar com o problema." Disse o psiquiatra Luíz Carlos.

Sabemos que o contato físico, o tempo e a qualidade do tempo que dedicamos para os nossos filhos é muito importante para a formação da personalidade e dos valores, que o que eles vêem em nosso comportamento é automaticamente gravado. Um bom termómetro é cuidar de como está o nosso nível de ansiedade e estress, lembrando que eles vão copiar nossas ações. 

"Desenvolver atitudes positivas, aumentar a dose de paciência, demonstrar alegria em estar com o filho, juntamente com atitudes de enfrentamento dos desafios do dia-a-dia, são maneiras de ajudar a criança a resolver os seus problemas e fazer crescer a sua auto-estima.
É importante diminuir as exigências, brincar com a criança, levá-la a passeios, cinema, caminhadas, conversar muito com ela, sem críticas e recriminações. Deixar a criança falar, pois ela deve sentir que tem o apoio dos pais, e que eles estão interessados nos seus problemas. O diálogo, ainda é o método recomendado, em qualquer situação, como uma forma de carinho e atenção no combate ao estresse infantil."
Disse Sônia das Graças, especialista em educação infantil.

Delícia aprender tudo isso!
É colocar as prioridades em nossa "agenda", lembrando que tudo na nossa vida é uma fase, que existe tempo para todas as coisas. E que possamos colocar em 1º lugar o que realmente mais importa.

Bjo
Dri






quarta-feira, 16 de maio de 2012

Criança - a alma do negócio

Já falamos algumas vezes sobre publicidade para crianças, consumo infantil e "pequenos adultos".
Cruzando com as informações de que o estímulo ao consumo é a 1ª causa do desenvolvimento de Pensamentos Acelerados e Crises de Ansiedade é de se preocupar com a falta de respeito de algumas empresas que focam na criança, como a alma do negócio.

Aqui em casa a gente não assiste muito a TV e é super regulado o que e quando assistir. Não temos TV aberta e procuro estimular velhas maneiras de brincar, o coletivo (o que é fácil com 3 irmãos...rs) e a criatividade.
Isso ajuda muito a filtrar alguns estímulos, mas o coletivo externo influencia bastante!
A criança que não tem celular é "estranha"!
Não ter uma coleção de 300 barbies e vários hotwhells é ser menos.
Não usar maquiagem na escola, aos 9, é estar fora do grupo! E pasmem....um ser de 3 anos quer comprar sapatos com salto! (oi?!) Pra que existe sapatos com saltinhos pra uma criança de 3 anos!?
É muito estímulo desnecessário minha gente!
Pra que querer adiantar uma fase que vai chegar? Pra que abrir mão de algo que é mágico e nunca mais voltará, como a infância?

Não basta dar, tem que dar muito. E isto virou moeda de troca pra alguns pais que passam bastante tempo fora de casa. Como se fosse substituir o que os pais não tem dado!
Engano! Coisas podem distrair por um tempo....curto tempo! Por isso que precisam dar coisas novas, a distração é rápida.

Parece lindo um quarto cheio de brinquedos caros, que muitas vezes deixaram pais apertados, pra criança brincar 5 vezes. (e logo fica td nos cantos!)
Hoje, para muitos, o ter é importante e tem substituído o ser. Mas é uma troca fatal!

Convido a todas mães, tias, avós e mulheres a filtrarem o estímulo de compra para as crianças que estão a sua volta.
Divida com eles sua vida.
Conte suas melhores histórias e seus momentos difíceis.
Deixem eles saberem que você foi criança e que ainda existe um lado infantil em você que adora rolar no tapete com eles, fazer da cozinha uma brincadeira, que ainda dança na frente do espelho e ama, profundamente, a criança que está ao seu lado.
Mostre isso, gaste tempo com isso.

Divido com vocês um vídeo bastante conhecido.
Se você não viu, por favor de um play aí.



Bjo
Obrigada pela leitura.




domingo, 13 de maio de 2012

Carta aberta pra minha mãe

"Mãe,
Como é que posso agradecer por tudo o que você fez, é e representa pra mim!?
Sabe, pensei em tantas coisas que poderia fazer pra te lembrar o quanto você é especial e resolvi declarar abertamente que eu TE AMO MUITO!
Queria te lembrar daqueles dias em que você cuidava de nós, diariamente e dizer: OBRIGADA!
Obrigada por ter se dedicado nos dias em que eu estava na UTI neonatal e vc, mesmo com dificuldades, decidiu amamentar um bb prematuro que nem conseguia sugar.
Que se esforçou pra fazer o melhor por nós. Eu sei mãe, você passou por fases difíceis enquanto a gente crescia e exigia mais de você, de sua energia, de seu tempo e hoje quero dizer OBRIGADA....Muito obrigada por ter me amado, me ensinado, por ter sido espelho, por nunca ter desistido, por todas risadas, carinhos, palmadas, histórias e principalmente por estar alí. Sempre por perto, sempre pronta, sempre mãe!
Não existe mãe perfeita, existe a nossa mãe, que é perfeita pra nós. E você é essa perfeita mãe, que tem o coração mais doce, as palavras mais sábias, o brilho mais estonteante, o amor mais delicado, a força mais terna e o carinho mais aconchegante.
Te Amo mãe. E não precisa ficar triste não, suas crianças continuam aqui.
Tem um lado em mim que é o mesmo da Dri pequenininha, as vezes carente de mãe, sapeca, risonha, que nunca vai crescer, vai continuar vendo a vida de um jeito simples e alegre, como criança.
Tem outro lado que cresceu, amadureceu, e hoje é mãe. De 3.
Sou feliz pelos meus tesouros, feliz por ser mãe.
Feliz por ter você por perto, feliz por ter você como exemplo, feliz por ser sua filha.
Obrigada mãe, por existir e por um dia ter decidido ser mãe, de 4.
Te amo, muito. Muitão.

Bjo da sua filha
Dri"

segunda-feira, 7 de maio de 2012

SORTEIO

oi Pessoal

A Cuack está lançando um sorteio com algumas blogueiras e o Mulheres Mães não poderia ficar de fora desta! Cada blogue terá direito de sortear 1 adesivo pra seus seguidores.
Se você já segue o nosso blogue vc pode levar 1 adesivo pra sua casa!
É SUPER FÁCIL!!

1º) Faça o cadastro lá na loja. Aqui o link
2º) Comente este post
3º) Escolha sua peça favorita
4º) Cruze os dedos

Eu já escolhi o meu.
Ele é grandão e vai ficar perfeito na parede do Hall de entrada. Tem 80cm x 1'10 metros.
É este aqui:



Você pode escolher o adesivo que vc quiser! O sorteio será dia 19/maio.
Beijos






sábado, 5 de maio de 2012

Mude, você mesma, a sua casa!


Faz 2 anos que estamos morando em nossa casa.
Casa nova, pintura fresca, tudo novinho! Uma beleza...Isso há 2 anos atrás...
Com uma pequena de 3, que chegou na casa quando tinha apenas 1 aninho, e um pequeno de 5, que estava no auge do risque-rabisque (3anos) quando mudamos, as paredes estão verdadeiras obras de arte!
Praticamente uma galeria! rs
Aí é assim também?















Chega uma hora que a pobre parede começa a perder a própria tinta de tanto que a gente já esfregou pra tirar o desenho da barbie, homem aranha, cachorro, a mamãe, o papai, a Tata, o patinho e um monte de coisa que eles amam desenhar!
A casa vai perdendo o charme da mudança.
Então, fiz algumas mudanças aqui....troquei alguns quadros de lugar, mudei umas poltronas, subi algumas coisas, desci outras. Amo este arrasta-arrasta. Meu marido detesta!
E esta é a dica que quero deixar pra vocês. Desculpa ai marido!
Troquem as coisas de lugar! Experimente o quadro da sala no Hall de entrada, a luminária do quarto na sala de TV.
Com as mesmas coisas, investindo um pouco de tempo no planejamento de cada coisa no espaço, você pode receber um ambiente novo com as velhas coisas.

Mas  aqui as paredes CLAMAM por uma tintinha! risos
Como não vai rolar a pintura da casa toda de uma só vez, estou planejando com minha decoradora particular, minha super gata-talentosa irmã Juliana, a mudança da sala, lavabo e Hall de entrada!
[ps: quem quiser o toque da super Jú é só falar com ela através do Blog, clique aqui. ]

Estamos planejando o seguinte:
Tem uma parede principal que vai receber uma tinta e uma cor (aleluia!) + alguns produtos decorativos da Cuack (é lançamento! Ainda nem está no site....mas é LINDO D+), um lavabo que vai ganhar este adesivo aqui, e o Hall que está sendo composto, mas que já temos definido este adesivo que AMEI, vejam   aqui.

É impressionante como um adesivo muda a cara da casa renova a decoração, dá aquele charme nas paredes! Não vejo a hora de começar colocar a "mão na massa" e mudar o visu da casa!

Assim que eu tiver o antes e depois vcs serão os primeiros a saber!

Por que não faz uma mudança aí também e compartilha com a gente aqui!?

Bjo
Dri



quinta-feira, 3 de maio de 2012

Não, eu não sei!


Depois de um dia em que me sinto segurando, contando até 1.001, gerenciando minhas emoções, gerenciando problemas, visualizando desafios, algumas alegrias e outras decepções, concluo que não sei!
Não, eu não sei viver sem Deus.
Parabéns pra você que acha que consegue e está tudo bem na sua vida, mas pra mim não dá!
Sabe no final da tarde que você preciiiiiiiisa de um refrigério, força, alento!? Pois é, vem dEle!
Sabe quando você erra em gerenciar suas emoções com as manhãs+choro+briga daqueles dias agitados de seus filhos? Pois então, Ele te ensina também como melhorar!
Quando as pressões da vida pesam no ombro, sabe? Ele alivia!
Quando você tem muitos motivos pra desabar em choros? Ele te dá colo, te deixa chorar e no final refrigera a sua alma.
Te da esperança e força.
Te estende a mão. E quando você se depara com suas dificuldades, limitações e erros Ele tá ai, te amando, sorrindo, cheio de graça e perdão pra cada coisa que você precisar.

Tentei, mas não rolou!
Pensei que fosse forte, mas desabei.
Pra me conhecer, pra me interiorizar, pra eu ser uma pessoa melhor pra mim mesma e pros outros, eu preciso dEle.

Se vc não tá conseguindo sozinha, pede ajuda pra Deus, não vai se arrepender.

#desabafo

bjs
Dri

domingo, 22 de abril de 2012

O melhor e o mais difícil trabalho do mundo...


É um prazer e uma dor!
Responsabilidade e leveza ao mesmo tempo.
Educar, ser amigo sem anular a responsabilidade de mãe.
Ensinar o caminho sem tirar deles a chance de fazer suas próprias escolhas.
Estar por perto sem sufocar.
Criar bases fortes e ao mesmo tempo ensinar a fragilidade da vida.
Interferir nas horas certas e deixar brincar desestruturado.

É difícil!
Mas é o melhor do MUNDO!
Uma benção.
Um presente.
Assim me sinto mãe, assim me sinto de vocês 03, meus tesouros, meus filhos.

E para fechar, deixo o emocionante vídeo da P&G pra vcs que viram poder se emocionar novamente e pra que não viu, poder chorar de alegria.




quarta-feira, 4 de abril de 2012

CUPCAKE para a Páscoa

Aqui em casa meus 03 filhos vão para a escola.
E, como eles são muito lindos, fofos, maravilhosos prestativos, querem levar ovos de páscoa para as professoras!
"Claro meus amores!"
E lá fui eu comprar os mimos.
Ana tem: 4 professores
Fe: 3
Sara: 3
"tia" do portão: 1
Total: 11 ovos.
O mais barato que achei por aqui foi de R$ 10,00 (e não muito legal)
Total: R$ 110,00 em chocolate (ruim)
Não sei pra você, mas é MUITA coisa pra mim.
Mudança de planos. Vamos fazer os doces pros professores. Não me atrevo a fazer chocolate, mas Cupcake sim.

Fui em um mercado do Confeiteiro aqui da cidade e me diverti.
Comprei:
- Gotas de chocolate (6,00)
- 45 forminhas (3,00)
- Confeites para enfeitar (3,50)
- Essência de Baunilha (1,00)
- Corantes: Rosa, Azul, Amarelo = (4,50)
- Pacote de Pasta Americana pronta (14,00)
- 30 caixinhas (18,00)
TOTAL: R$ 50,00

Resultado: Bolinhos pra todos professores, primos, avós, pro lanche de amanhã e pra algumas pessoas.

E ainda a gente se divertiu muito fazendo.
Eles fizeram a cobertura pra cada pessoa.
Ah, o Fê #aos5 fez um especial para uma tal de "Isadora" e, visualizei a situação daqui alguns anos. Pronto, acabou a visualização, vou curtir meu pequenininhos!

É muito fácil de manusear a pasta americana pronta. Tem gostinho de limão!
Tingimos alguns pedaços para dar mais cor ;)
As gotinhas de chocolate e a baunilha é para a massa do cupcake.
Bastante rápido, rende bem e fica gostoso.

Fica a dica pra vocês mamães, façam os bolinhos de páscoa com seus queridos para presentear os professores, avós, amigos.
Muito mais barato e bem divertido.

Beijos
Dri













sábado, 31 de março de 2012

Pequenos Adultos

Estes dias, conversando com uma querida, falando sobre os estímulos que as crianças e toda a sociedade recebe diariamente, observamos que parece que estamos que estar sempre plugados, atentos, conhecendo as últimas atualizações da App Store, novidades de redes sociais, último artigo lançado, melhor aplicativo, curso para nós, nossos filhos, e a melhor dieta que combina café com figo seco e promete longevidade (oi?)

Nas escolas nossos filhos recebem estímulos maiores a cada dia, e se seu pequeno é uma criança "normal" tem que ter aulas extras. Afinal, eles são tão espertos e fantásticos que fazem natação, canto, musicalização, Kumon, reforço, literatura e futebol.
Merece até um "like"!

Estamos preocupados em formar adultos em nossas crianças.
Nos colégios crianças de 03 anos tem métodos de ensino, apostilas e avaliativas.
E até pra brincar tem manual!

A gente aceita no "pilotão automático" tudo isso como as novas maneiras de comportamento da sociedade super evoluída que temos e das melhor atualizações de conhecimento e estímulos neurológicos que prometem aumentar as conexões cerebrais.

Resultado que temos colhido em pouco tempo são crianças que não sabem lidar com perda, dor, e falta de rotina. Não estão acostumadas a sentarem e brincar com pouca coisa sem um cronograma diário pela frente.
Pequenos ansiosos. Super agitados. Hiperativos.
Um pequeno corte no dedo e um super berro com choros prolongados.
Um sensação de medo e pânico geral.

Sim, conseguimos.
Criamos pequenos adultos dentro de nossas crianças.
Afinal não é a ansiedade e depressão o mal do século!?

Não interfira tanto, apenas quando necessário, deixe os mais livre para explorar o ambiente, resolver os pequenos conflitos com os irmãos e amiguinhos.
Crie novos repertórios em seu comportamento como mãe e isso será um maravilhoso espelho para eles.
Desacelere, permita momentos de relaxamento apenas para estarem juntos, curtindo um ao outro.
Aprenda a não fazer nada e desfrutar de seus pequenos, com o ambiente fluído e descontraído.
Desligue o celular, não entre na internet por algum tempo, desligue a TV e deixe o natural fluir.

Vale pra mim também!
;)
bjs


quinta-feira, 22 de março de 2012

Vamos pra água?

Sede....cara, que sede!
A boca está seca.
Pensa só, um copo de água bem geladinho agora.
Nossa, com algumas pedras de gelo...fazendo aquele barulhinho e....glu,glu,glu...ahhhh, que refrescante, não!

E quando está aquele sol e você pode ir curtir uma piscininha, com a criançada, fazendo aquela farra toda.
Você relaxa, se diverte e passa tempo com quem ama.

Mar....azul, num dia ensolarado!
Areia, amigos, gente bonita.
barulhinho das ondas e um mergulho.

Fora lavar roupa, manter a casa limpa, cozinha....TUDO!
Cara, pra quase TUDO a gente usa água. Então, vamos ter um uso consciente dela.
Cuide, preserve, não polua, não gaste sem necessidade.
Ela faz nossa vida ser melhor.

Pensem nisso.
Hoje, dia da água.

terça-feira, 20 de março de 2012

dia do Blogueiro

E pra hoje, dia do blogueiro, o que tenho é um THANKS!

É, eu sei, não é dia de ação de graças, mas não poderia deixar de agradecer a vocês tds que estão entrando, lendo e acompanhando o blog.
E ser grata a esta fase que temos vivido em que a internet conecta pessoas, coisas, conteúdo e tudo o que vc puder imaginar.

Esta grande terra de ninguém é ao mesmo tempo terra de todo mundo.
Todos que quiserem expor suas opiniões, gerar conteúdo, fazer curadoria sobre temas de interesse, pode.
Alguns são blogueiros profissionais, ganham a vida com isso. Outros levam a plataforma como palco da vida, (falei aqui sobre isso) onde se sentem livres pra expor o que quiserem, como e quando quiserem.
Eu encontro aqui, no cantinho do Mulheres e Mães, um espaço pra poder produzir conteúdo, algo que sempre me fascinou, que seja coerente com o tema do blog [Mulheres e Mães] e dividir com vocês informações e parte da vida ;)

Pra todos blogueiros: Parabéns!
Pra todos leitores de blogs: Parabéns tb!

Bjs
Voltem Sempre e tragam os amigos.





segunda-feira, 19 de março de 2012

O que você está lendo?

M&M [mulheres e mães]

Nas últimas semanas li alguns livros que gostei muito!
Alguns fiquei fascinada.

É o caso do "O Cérebro que se Transforma", fala sobre Neurociência em várias áreas de nossa vida.
Leitura leve e fluída, diferente do livro do Damásio "E o cérebro criou o Homem", também sobre Neurociência, mas com uma leitura um pouco mais pesada, termos e lógicas bem técnicas e teóricas, o conteúdo é fantástico e me fascinou bastante, mas demorei um pouco mais para digerir.

Outro recente foi: "O Cavaleiro preso na armadura" de Robert Fischer, uma fábula gostosinha, rápida e aplicável.

Outra indicação é do livro: "A caminhada de uma mulher com Deus", de Elizabeth George. Fala sobre amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, felicidade, mansidão e domínio próprio ;)
Mto bom!

"Brandjam"  de Marc Gobé, fala sobre o design emocional e design como principal ferramenta de comunicação.
Mais voltado para a área de comunicação, embora seja um conhecimento agradável para todos.

E o livro desta semana, que tem que virar livro de consulta (rs), é o "Einstein teve tempo de brincar",
não terminei ainda, mas já indico. De fácil leitura, cheio de dicas, informações e um leve olhar científico.
Estou amando.
Recebi esta leitura como dica de uma querida e já passo pra vcs. Vale muito a pena. Leiam!


E você, 
O que está lendo?





sábado, 17 de março de 2012

ANSIEDADE


“ Ela vem, eu não chamei não!
Vem forte, parece tempestade e trovão.
As vezes vem como saudade,
fome e até amizade.
Outras como amor, flor e calor.
Não sei direito quando chega, 
vejo, percebo mas não me proteja,
me deixa, me envolva e me perca.
Me pergunto quem é ela.
Bela?
Feroz?
Donzela?
Te conhecendo vou,
como navegante descobrindo o mar.
Abrindo o olhar, 
para em seus braços não naufragar. 
Vem sol, vem luar
tempestade que aprendi controlar.
É ela,
que não se deixa intimidar, mesmo com apreço
te garanto e conheço
vou derrotar.
Vencerte vou,
não pararei, de ti não dependo mais
te deixarei.
Vai, voa, sai.
Deixe este ninho,
pobre e carinho,
que não quer ser seu cais. “
Por: Adriane Souto


terça-feira, 13 de março de 2012

Decorando a Casa

Mulheres e Mamães,

Se tem uma coisa que a gente gosta é decorar nosso cantinho!
Sempre que tem uma novidade, alguma coisa linda e bem estilosa eu AMO colocar pra dentro de casa.
Hoje uma opção mais barata de mudar os ambientes de casa são adesivos de parede, papel de parede e quadros.
Quando bem desenhados, com estilo e qualidade, dão aquele charme no ambiente.

Tem adesivos de lustres, vários estilos, é só escolher o que mais combina com você e colocar na sua casa.
A Ponte é linda pra escritórios.

A Juliana Andrade, do site A casa de todo o dia, ganhou os adesivos para as cabeceiras das camas das meninas dela e a cora.
Assim que ela me mandar uma foto eu posto para vocês.
As coroas ficam lindas em portas de quarto, parede e até espelho.

Os quadros da linha: I Love NY são feitos em canvas, impressos, fotos exclusivas para a Cuack.

Estarão disponíveis, em maio, no site da Cuack [Objetos Decorativos]
Vejam os modelinhos, logo a loja estará no ar com muita coisa linda para vocês.










segunda-feira, 12 de março de 2012

Vai dar SALSICHA!

Tudo bem, salsicha não é a opção mais saudável pra oferecer pras crianças.
Lá em casa mesmo é super raro eu fazer cachorro quente ou pratos com salsicha, isso fica de menu oficial pra quando eles vão fazer noite do pijama na casa da tia Van [Van, sua linda, bjo]!

Estamos numa fase que, #aos9, ama cozinhar e quer inovar na cozinha.
Pensando em aguçar a criatividade gourmet da criançada e ter um momento fofo com seus pequenos na cozinha, separei algumas ideias.

Só vai dar salsicha!
Vejam:



















Eu amei as ideias, vou testar algumas com as crianças aqui.
Bjs
Voltem sempre

quinta-feira, 8 de março de 2012

Resultado do Sorteio

Pessoal,
Eis o resultado do (a)  grande afortunado (a) e super agraciado (a) com um lindo enfeite da inicial de seu nome!!!!!
Uma letra de acrílico, M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-A para dar encanto e charme para sua casa.

Bom, vamos lá, estou dobrando as chances dos que publicaram no FB e na Twitter, embaralhando os números e Random neles!
Cruzem os dedos.
Rufem os tambores.....

Nosso número é o:










E o (a) ganhador (a) é:


.......



Vcs são curiosos!??


.....









Quem aqui tem ansiedade pra descobrir logo as coisas!?








.......




Ahhhhh,



FELIZ DIA DAS MULHERES PRA VCS GENTE!!!!!!!!!!
Que seu dia seja lindo ;)




......



E, a sorteada é:












Parabéns Tiffany.
Vou entrar em contato com você pra pegar o seu endereço e te enviar a letra.


Os que não ganharam, não se desesperem, não arranquem os cabelos, vocês poderão comprar pela loja virtual da Cuack, que fará sua estreia em Maio.
Guardem o endereço: www.cuack.com.br

Beijos e obrigada a todos.






sábado, 3 de março de 2012

Faça Você Mesma!

Garimpando este universo gigante e plano, encontrei algumas coisinhas bem interessantes pra gente mesma fazer!


Bracelete
Este aqui vou tentar fazer. Amei o visual e parece ser bastante simples.
Vejam:
pra fazer em casa

friendship!

Sabe aqueles lápiz que sobraram do ano passado!? Tem uma maneira super prática de deixa-los sempre à mão pra criançada soltar a imaginação e pintar as paredes.

para escolas / creches / casa

Great idea via Jessica Touchet.

E aquelas peças de brinquedos [letras] que já estão incompletos, que o cachorro comeu metade do jogo ou que seu filho foi perdendo ao longo do tempo, sabe!?
Pois é, tem solução minha amiga. Pode virar um quadro lindo e romântico pro dar de presente pro maridão, namorado, filho, pra vc mesma ou pra mim! risos...
Vejam:

Do it yourself prezzie

Esta ideia é super útil pra fechar pacotes.
Muito fácil, prática e reaproveitamos material.
Vejam só:
Mind blown indeed....

Espero que tenham gostado.
Beijos

[Ps. Se vc ainda não é seguidor do blog, siga o Mulheres Mães e concorra a um enfeite de acrílico com a inicial do seu nome. O sorteio será este mês. Boa Sorte]

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Qual o seu nome!? - SORTEIO -

Qual o seu nome!?
Deve ter ouvido, perguntado e interagido com esta pergunta várias vezes.
Tem gente que gosta, outros amam, alguns não gostam, trocam, usam pseudônimos....mas todo mundo tem um nome e ele é parte fundamental de sua identidade.

Ele te faz, te dá personalidade, cria uma espécie de seu próprio espelho.
Vira associações espontâneas de outras coisas....Quando a gente escuta uma música lembra da (nome/fulano), um cheiro, uma paisagem.
Seu nome pode estar ligado a várias coisas e várias coisas estão diretamente ligadas a seu nome.

Goste dele ou não é fato, você é ele e ele é você!

Pensando nisso a Souto fez um brinde exclusivo para celebrar a identidade e personalidade individual de cada cliente. Todos colaboradores e clientes receberão uma linda letra da inicial do seu próprio nome.
A minha já está aqui na mesa!
O legal é que eu vou poder escolher + 1 letra e adivinha só pra quem vou dar!?
Claro, para algum seguidor do blog. Pode ser você =)

É simples:
Basta clicar em seguir.

Quer dobrar sua chance?
Divulgue no seu FB e no Twitter e vc terá chances em dobro.

Daqui a exatamente 01 mês [06 de março], divulgarei o sorteado que levará pra casa a inicial de seu próprio nome.
BOA SORTE!

sábado, 4 de fevereiro de 2012

quase uma BALZACA

É este ano que serei "mulher amadurecida" segundo Honoré de Balzac !
A verdade é que no último ano tenho vivido grandes ajustes, consequência de amadurecimento e coincidência  ou não, tô prestes a ser Balzaquiana.
Não! Não tô super centrada, sempre assertiva e perfeitinha. Isso tá longe de ser Balzaca e cá pra nós, tá longe de ser real, não é mesmo!?

Eu sempre achei que sabia um monte de coisa, que sabia me comportar que sabia, sabia e sabia.....
Cara, ultimamente tenho descoberto que "Só sei que nada sei"
Que cada dia é um NOVO dia!
E que isso é OK ;)
Descobrir isso foi um alívio. Diminuiu muito a bagagem desnecessária.
Parte do amadurecimento, não é !? É tô envelhecendo vivendo ;)

Escutei histórias de perplexidade de mulheres meio traumatizadas por chegarem aos 30.
Pra mim tá sendo uma delícia....principalmente por estar me descobrindo, aceitando meus limites, me achando dentre de mim. E com tudo isso me sinto jovem...rs....Mais jovem do que há 10 anos atrás.
Louco, né!?! Pois é...balzaca!

Um brinde aos 30!
Onde tudo parece melhor que os 20. (risos)

domingo, 8 de janeiro de 2012

Dicas de Leitura

Nos últimos dias andei lendo alguns livros que gostei muito.
Alguns antigos, outros lançamentos, mas todos valem o tempo de leitura.
Fica a dica:

O discípulo radical 
John Stott
Ed. Ultimato
* Fala sobre o incoformismo, semelhança com Cristo, maturidade, cuidado com a criação/planeta, simplicidade, equilíbrio, dependência e morte. John Stott mostra a essência do que significa ser um discípulo radical.

O que as lembranças da infância revelam sobre você
Kevin Leman
Ed. MC
* Leitura leve e divertida que nos leva a refletir sobre a correta compreensão da nossa infância, o que permite identificar e avaliar as marcas que seus filhos estarão carregando para a vida adulta, podendo, se for o caso, provocar mudanças que os beneficiem já!


Ele escolheu os cravos
Max Lucado
Ed. CPAD
* Conta, de maneira singular, como Jesus decidiu viver, amar e morrer por nós. Mostrando cada detalhe que muitas vezes nos passa desapercebido.



Quem mexeu no meu queijo

Spencer Johnson
Ed. Record
* Um livro já bastante conhecido, ótimo, que fala sobre as mudanças da vida!



12 semanas para mudar uma vida

Agusto Cury
Ed. Academia
* Um programa que explora a teoria da Inteligência Multifocal e faz paralelos com o modo de viver de Jesus Cristo.

Boa Leitura!